Aprendendo as Diferenças – Honoríficos – China

Fala magote, sejam bem vindos à mais um Aprendendo as Diferenças, com o último post sobre honoríficos, semana passada eu falei sobre os japoneses, na outra semana haviam sido os coreanos, e hoje para completar temos os chineses. Você sabe os mais comuns? Sabe quando se usa eles? Não se preocupe, o Kotatsu Redondo ensina:


Quando pegamos um manhua ou uma novel chinesa, dependendo de quem traduziu é possível encontrar honoríficos, apesar de muitas vezes traduzirem de vez eles. Isto é porque, ao contrário dos honoríficos japoneses e coreanos, os chineses usam isso mais como títulos em si, e como pode causar um estranhamento as vezes, se traduz os títulos (como professor, que é Laoshi). Hoje eu falarei, em nome do Kotatsu Redondo, sobre esses honoríficos, tentando trazer um pouco mais da língua chinesa (mandarim) para nós.

Como hoje só falarei dos honoríficos chineses, não haverão imagens, e a ordem será bem solta. Eu peguei alguns que eu ao menos já me deparei lendo algumas vezes, apesar que na hora de pesquisar aparecem muitos outros, que não pretendo colocar por ser mais raro de se encontrar nas leituras – mas vamos lá, sim?

– Xiao: Pequeno/pequena, é usado para se referir à crianças ou entre amigos adultos, também pode ser usado para diferenciar pessoas com o mesmo nome de alguém que seja mais velho/importante. É usado antes do nome.
– Da: Grande, é usado para diferenciar pessoas com o mesmo nome de alguém que seja mais novo ou menos importante. É usado antes do nome.
NOTA: Esses honoríficos são usados também como prefixos em outros honoríficos, o que é bem comum.

– Lao: Usado para aqueles que tem 40 ou mais anos e são mais velhos que você, significa algo como mais velho mesmo. É usado antes do nome.

– Laoshi: Professor, é usado para todos tipos de professores. Vem após o nome ou pode ser usado sozinho.
 Shifu: Mestre, mas literalmente é pai professor (na realidade, depende do hanzi, mas costuma-se usar este para artes marciais, e pode ser aplicado para mulheres), usado para qualquer pessoa habilidosa, possivelmente que ensine uma habilidade (como professor de kung fu) ou profissional. É usado após o nome ou sozinho, e por mera curiosidade, é também o nome do panda vermelho de Kung Fu Panda, ou seja, ele é o Shifu shifu.
 Shimu: É usado quando se adereça à esposa do shifu, significa literalmente mãe professora, e não, eu não sei como se referir ao marido de uma shifu, mas creio que não seja assim. Se usa após o nome ou sozinho.
 Shigong: Significa literalmente avô professor, e é como você chamaria o professor/mestre de seu shifu. Se usa após o nome ou sozinho.
 Zongshi: Professor ancestral, tecnicamente o fundador de uma disciplina ou ramificação, usado quando se referindo à um grande mestre. Se usa após o nome ou sozinho.

 Tongzhi: Significa companheiro/camarada, mas está essencialmente obsoleto neste sentido. Hoje em dia, entre os chineses mais urbanos e jovens, está sendo usado com implicações de homossexualidade, mas não é necessariamente numa forma pejorativa. Usado após o nome, mas tudo indica que se pode usar sozinho também.

 Yeye: Usado para se referir à amigos homens da mesma geração de seus avôs, significa algo como vovô. Pode ser usado sozinho ou acompanhando o nome.
 Nainai: Usado para se referir à amigas mulheres da mesma geração de suas avós, significa algo como vovó. Pode ser usado sozinho ou acompanhando o nome.
 Shushu: Usado para se referir à amigos homens da mesma geração de seus pais, significa algo como tio. Pode ser usado após o nome ou sozinho.
 Daniang: Usado para se referir à amigas mulheres da mesma geração de seus pais, significa algo como tia. Pode ser usado após o nome ou sozinho.
NOTA: Todos deste agrupamento tradicionalmente eram usados para se tratar com pessoas mais velhas e estranhas, mas hoje em dia é normalmente só usado nos casos descritos em cada um.

 Xiansheng: Cavalheiro, e eu quero deixar claro que NÃO é aquele que usa espadas, aquele é cavaleiro, mas continuando, é usado para se referir à homens de maneira respeitosa, porém ainda é algo extremamente comum. Usado sozinho ou após nome.
 Gong: Senhor, literalmente duque, é usado hoje em dia principalmente para parentes masculinos mortos.
 Xiaojie: Usado para se referir à jovens mulheres, como nosso senhorita, originalmente era específico para mulheres solteiras, mas hoje em dia ele não tem mais essa função. Significa jovem mulher, porém se for ver, tenho quase certeza que realmente a é junção de xiaojie (ver acima e abaixo), mas tem que ver o hanzi para ter certeza. Numa nota paralela, em alguns lugares da China pode ser gíria para prostituta, e por conta disso alguns deles usam Yatou no lugar, que significa garota burra e também é considerado ofensivo nos outros lugares; ainda sobre outros significados, é usado em restaurantes para falar com garçonetes também, então depende de tom, inflexões verbais e outras indicações para saber o que está querendo dizer; existe também Guniang, que é outro termo para se referir à garotas (uma versão levemente mais informal de xiaojie), significando aproximadamente “garota” (créditos pela informação sobre guniang à Luana, que comentou com isso). Usado após o nome ou sozinho.
 Taitai: Algo como senhora, usado para se referir à mulheres casadas, é usado em relações familiares e pessoais, mas completamente em contextos de negócios mais formais. É usado sozinho ou vem depois do sobrenome do marido.

 Ge/Xiong: Vale notar que gege é irmão mais velho, mas pode ser usado para primos ou pessoas da sua faixa etária (mais velhos, porém é considerado muito errado se não houver laços sanguíneos), enquanto o ge em si é como se fosse “mano”, podendo ser usado entre amigos tranquilamente; xiong segue mesma lógica de ge. Todos vem após o nome.
 Di: Vale notar que didi, é irmão mais novo, mas pode ser usado para primos ou pessoas da sua faixa etária (mais novos, porém é considerado muito errado se não houver laços sanguíneos), enquanto o di em si é como se fosse “maninho”, podendo ser usado entre amigos tranquilamente.  Usado após o nome.
 Jie/Ji: Vale notar que jiejie é irmã mais velha, mas pode ser usado para primas ou pessoas da sua faixa etária (mais velhas, porém é considerado muito errado se não houver laços sanguíneos), enquanto o jie em si é algo como “mana”, podendo ser usado entre amigos tranquilamente; ji tem uma função semelhante ao jie, mas não possui uma conotação ruim como xiaojie (créditos pela informação do ji à Luana, que comentou com isso).
 Mei: Vale notar que miemie é irmã mais nova, mas pode ser usado para primas ou pessoas da sua faixa etária (mais novas, porém é considerado muito errado se não houver laços sanguíneos), enquanto o mei em si é algo como “maninha”, podendo ser usado entre amigos tranquilamente.
NOTA: Se usa muito aqui também para diferenciar ou dar mais respeito/intimidade os XiaoDa ou qualquer outra coisa que possa passar uma ordem de quem é mais velho/importante.

– Qianbei: Usado para se referir à pessoas mais velhas em algum lugar, é como o senpai japonês, porém vale dizer que tem o uso um pouco mais restrito (créditos pela informação à Luana, que comentou com isso).

– Shi: Usado independente do sexo pra se referir a alguém não íntimo, é um sufixo (créditos pela informação à Luana, que comentou com isso).

– A: Um prefixo que pode ser usado junto de outros honoríficos, como “a’ge” ou “a’mei”para denotar intimidade, junto ao respeito. Segundo minhas fontes (sim, é a Luana que comentou com isso), pode ser usado como sufixo junto com o sobrenome, dando o mesmo sentido.

 

E com isso eu encerro esta parte de Honoríficos, espero que tenham gostado – dúvidas, sugestões e outros comentários são sempre bem vindos… até mais o/

 

Anúncios

3 respostas em “Aprendendo as Diferenças – Honoríficos – China

  1. Outros honoríficos interessantes de serem adicionados, seriam; qianbei (é usado da mesma forma do senpai em japonês, porém com o uso é um pouco mais restrito), -ji (é usado semelhante a xiaojie, mas sem uma conotação ruim), guniang (uma variação de xiaojie e yatou), shi (usado independente do sexo pra se referir a alguém não íntimo) e um que eu gosto, porque acho bem fofo é “a”, que pode ser prefixado junto a outros honoríficos como “a’ge”, “a’mei” ou “a’ma” pra denotar intimidade, junto ao respeito, acho que ele também pode ser sufixado junto ao sobrenome se não estou enganada, com o mesmo sentido.

    Curtir

      • Sim. O chinês tem um sistema de honoríficos bem extenso (sou estudante de mandarim e isso foi uma grande dor de cabeça, lembro de uns 60 apenas de uso comum no dia-a-dia).
        Por exemplo, eles possuem honoríficos pra cada parente seu, e eles são divididos entre parentes paternos, maternos, por idade e grau. A forma como você chama seu primo materno mais velho que você é diferente como se refere ao seu primo materno mais novo ou ao seu primo paterno mais velho.
        Teria mais, mas muitos caíram em desuso depois que a China deixou de ser uma monarquia. rs

        De qualquer maneira, parabéns pelo artigo. Como fã da cultura chinesa e de coisas chinesas, eu encontro poucas pessoas falando sobre algo de lá aqui no Brasil. Fiquei feliz em ver sobre manhua por cá!

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s